segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Só pra ter.



Tem algo com a minha mãe que talvez eu deva chamar de dom, porque eu acho que de fato é um dom. Ela reconhece os cristãos de longe. Não importa como a pessoa é, ela sabe se é cristão. E o mais incrível é que ela nunca falha.

Shopping em dia de feriado é um verdadeiro formigueiro. Pessoas indo, pessoas vindo a todo momento. Esbarrar ou tropeçar em alguém é algo bem comum. Meu primo de três anos queria ver o bebezinho do casal que estava sentado na mesa ao lado da nossa na praça de alimentação. Aquele era um casal interessante. Tinham três filhos. A menina parecia ser a mais velha, com mais ou menos sete ou oito anos, ou era gêmea do outro menino. O mais novo não parecia ter mais de quatro meses. A menina tinha as pontas do cabelo pintadas de rosa. Tanto o homem quanto a mulher tinham alargadores nas orelhas e eram poucos os lugares visíveis onde não havia tatuagem alguma.

Minha mãe fez a pergunta. Aquela pergunta que ela sabia que a resposta não seria diferente daquela que ela sempre recebia ao perguntar. E não foi diferente.

O interessante foi que justo nessa semana eu estava me perguntando se ela saberia reconhecer Deus na vida de uma pessoa ainda que ela tivesse o corpo coberto por tatuagens. E isso me fez perceber, mais do que nunca, que Deus não está na aparência. Ele não está na roupa que você usa, no seu corte de cabelo, nos seus piercings, tatuagens, anéis, colares... Ele está dentro de você e faz com que você seja reconhecido por servir. Quem quer que você seja.



8 comentários:

  1. muuuuuuuuuuuuito bom. muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  2. nila, amei! lindo isso, que sua mãe consiga ver além das aparências, comsiga enxergar o coração. se todas as pessoas tivessem um pouco disso haveria menos preconceitos e mais amor. amor acima de tudo, assim como Deus tem por nós. uma opnião minha: Deus não ficaria satisfeito em ter apenas o seu coração, seu olhos, suas mãos, ou seus pés; ele lhe quer por inteiro. Espírito, alma e corpo.

    ResponderExcluir
  3. Nila, Deus te deu um dom pra escrever, aproveite-o. AAAmei.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir